sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Seriado: La Casa de Papel!!!

 Nesse carnaval começamos a assistir uma nova série aqui em casa e a escolhida da vez foi:


 Esse é um novo seriado do Netflix!!!

 É um seriado espanhol que conta a história de um grupo de assaltantes, escolhidos e chefiados pelo "professor" que decidiu fazer o maior assalto do século a casa da moeda espanhola!!!



 Todos os assaltantes receberam nomes de cidades e pelas regras do "professor" eles não devem revelar seus nomes e nem contar suas histórias pessoais ou se relacionarem, pois isso pode atrapalhar o "plano".

A 1º temporada conta com 13 episódios de +/- 50 minutos cada e a 2º temporada está prevista para ser lançada em abril desse ano!!!

 Aqui estamos no 4º episódios e estamos gostando bastante, a história é super bem contata e consegue nos envolver bastante!!!

 Alguém aí também está assistindo ou assistiu La Casa de Papel??? O que estão achando ou acharam???

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Como Abrir Conta Corrente em Portugal!!!

 Hoje resolvi contar uma coisa bem importante: Como abrimos nossa 1º conta corrente em Portugal!!!

 Quando se resolve morar numa cidade a 1º coisa que devemos providenciar é uma conta bancária e foi isso que fizemos no 2º dia de Portugal (já faz um tempinho isso)...

 Aqui temos vários bancos e as tarifas são +/- iguais (exceto o Activo Bank que não tem tarifas), nós optamos pelo Millennium.


 Fomos ao banco e perguntamos todos os documentos necessários para abrir uma conta corrente e eles são:

* Passaporte ou cartão cidadão;
* NIF;
* Comprovante de Morada (explicamos aqui como conseguir);
* Um valor mínimo de depósito (não me lembro se são €150,00 ou €250,00).

 Depois que conseguimos todos os documentos voltamos ao banco e abrimos a conta, em algumas agências é possível sair com um cartão de débito na hora (não foi nosso caso, mas depois de um tempo fomos a uma outra agência e pegamos um).

 Assim que a conta foi aberta recebemos um papel com os códigos:

* NIB (número de identificação bancária);
* IBAN (número internacional de conta bancária);
* BIC / SWIFT (código de identificação de banco).

 Além disso recebemos também o código para acessar nossa conta pela internet.

 Aqui em Portugal o banco não concede cartão de crédito na abertura da conta, somente após alguns meses de uso que ele é liberado, ainda não solicitamos um para nós e por isso não sei dizer como isso é feito e nem se é muito burocrático!

 Fazem poucas semanas que colocamos o More como titular da conta também e isso foi feito sem nenhum problema numa agência perto da nossa casa (não na "nossa" agência) e por isso agora nós temos uma "conta solidária" (ou uma conta conjunta).

 Até o momento temos gostado bastante do nosso banco, nunca tivemos nenhum problema e ele tem agência no país todo!!!

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

2º livro de 2018: Pequenas Grande Mentiras.

 O 2º livro lido em 2018 foi:


 Sinopse: "Todos sabem, mas ainda não se elegeram os culpados. Enquanto o misterioso incidente se desdobra nas páginas de Pequenas grandes mentiras, acompanhamos a história de três mulheres, cada uma diante de sua encruzilhada particular.

Madeline é forte e passional. Separada, precisa lidar com o fato de que o ex e a nova mulher, além de terem matriculado a filhinha no mesmo jardim de infância da caçula de Madeline, parecem estar conquistando também sua filha mais velha. Celeste é dona de uma beleza estonteante. Com os filhos gêmeos entrando para a escola, ela e o marido bem-sucedido têm tudo para reinar entre os pais. Mas a realeza cobra seu preço, e ela não sabe se continua disposta a pagá-lo. Por fim, Jane, uma mãe solteira nova na cidade que guarda para si certas reservas com relação ao filho. Madeline e Celeste decidem fazer dela sua protegida, mas não têm ideia de quanto isso afetará a vida de todos.

Reunindo na mesma cena ex-maridos e segundas esposas, mães e filhas, bullying e escândalos domésticos, o novo romance de Liane Moriarty explora com habilidade os perigos das meias verdades que todos contamos o tempo inteiro."

 Queria muita assistir esse seriado, mas como não tenho HBO resolvi começar com o livro!!!

 Gente o livro é SENSACIONAL!!! Me prendeu do começo ao final, a história é super amarrada e fez com que você queira saber o que vai acontecer... 

 Não vejo a hora de conseguir assistir esse seriado!!!

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Como Conseguimos Nosso Comprovante de Morada!!!

 O Comprovante de Morada em Portugal é a mesma coisa que o Comprovante de Residência no Brasil.

 Aqui em Portugal a maioria dos lugares aceita uma conta de água, luz, telefone fixo, gás ou o contrato de aluguel como comprovante, mas o que fazer se você acabou de chegar e não tem nada disso???



 Foi exatamente isso o que aconteceu com a gente!!!

 O meu cartão cidadão português tinha a minha morada do Brasil e por isso também não servia e sendo assim a solução era ir até a junta de freguesia junto com algum português que pudesse "comprovar" que eu estava morando alí!!!


 Na 1º vez que precisei de um comprovante de morada (pra abrir conta no banco, depois contarei como foi) foi super simples, pois meu amigos estava junto e deu tudo certo...

 Quando fomos dar entrada nos documentos do More (contei aqui como fizemos) precisávamos de outro comprovante, pois cada comprovante é pra uma coisa. Como meu amigo não estava mais em Portugal, e por isso não podia nos ajudar, entramos em pânico. Foi então que minha tia nos ensinou a colocar o nosso endereço no meu cartão cidadão!!!

 Tivemos que ir até o Instituto de Registro e Notariado e simplesmente falar o nosso endereço (a também tivemos que pagar a taxa de € 3,00), depois de +/- 3 dias úteis chegou na nossa casa uma carta que confirmava o nosso endereço e tivemos que voltar no IRN com essa carta (ela contém umas senhas), o meu cartão cidadão e as senhas do meu cartão cidadão (que graças a Deus eu me lembrei de trazer pra Portugal) e pronto. Feito isso eu já posso provar que moro onde digo que moro e isso facilita muito a vida!!!


 Vale lembrar que cada comprovante de morada custa em média € 6,00.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Por que o More Vive Legalmente em Portugal?

 Depois de dizer como porque eu vivo legalmente em Portugal chegou a hora de explicar como o More conseguiu isso também!!!

 O More eu eu somos casado legalmente e antes de sair do Brasil e fiz a transcrição do meu casamento em Portugal, através do consulado de Portugal e sendo assim já estávamos casados em Portugal antes de sair do Brasil.

 Como esposo de uma cidadã portuguesa o More tem todos os direitos que qualquer outro português, porém para isso ser "válido" ele precisava ter um cartão de "autorização de residência" e foi isso que começamos a correr atrás assim que chegamos em Portugal!!!

 Eu contei como conseguimos o carimbo de entrada dele em Portugal nesse post aqui.

 Depois disso nós tivemos que marcar uma data junto ao SEF para poder dar entrada na autorização de residência, ligamos e só conseguimos agendar para o final de agosto.


 Aproveitamos esse tempo para correr atrás de todos os documentos necessários e vale lembrar que esse agendamento deve ser feito no SEF da região onde você mora, pois é preciso levar um comprovante de residência e para isso é necessário ir até a junta da freguesia do seu bairro e lá você tem que "provar" que mora onde vocês está dizendo (depois farei um post explicando isso) e só então você conseguirá esse documento!

 No dia marcado nós chegamos lá, bem mais cedo, e pegamos uma senha (o horário marcado é uma mera formalidade, pois é preciso pegar uma senha e aguardar sua vez) e aguardamos, quando chegou nossa vez tivemos que apresentar os seguintes documentos:

* Comprovante de residência (deve ter sido emitido a menos de 1 mês);
* Minha certidão de nascimento com averbação do nosso casamento (já tinha feito isso no Brasil, sorte minha pois demora uns meses pra essa averbação ficar pronta);
* Cópia do meu cartão cidadão e apresentação do original;
* Comprovação de meio de subsistência (pode ser o extrato bancário da sua conta em Portugal, não vale a do Brasil);
* Cópia do passaporte do More e do carimbo de entrada dele em Portugal e apresentação dos originais.

 Nesse dia da entrega eu tinha que estar presente, pois precisei assinar uns papéis!

 Depois de entregue e conferido tudo eles te dão um protocolo e falam pra você aguardar um contato para fazer a biometria e tirar a fotografia...

 Esperamos e no começo de novembro o More, finalmente, recebeu esse contato e lá foi ele fazer isso... Nesse dia eles disseram que o cartão de autorização de residencia seria enviado para nossa casa em até 2 semanas, mas não foi isso que aconteceu e no final de novembro eles entraram em contato conosco e falaram que o More poderia ir lá pegar o cartão que já estava pronto e lá foi o More té o SEF pegar o mesmo...


 Sendo assim nós chegamos em Portugal na 2º quinzena de julho e o More só conseguiu a autorização de residência no começo de de dezembro!!! Ele não ficou ilegal no país, pois o protocolo do SEF servia para dizer que ele estava legalmente aqui, porém isso não permitia que ele começasse a trabalhar e sendo assim só depois de dezembro que o More pode trabalhar em Portugal!!! 

 Pra quem está vindo pra Portugal da mesma maneria que viemos a dica que dou é: Façam a marcação no SEF antes de sair do Brasil, eles não aceita ligação de fora do país, por isso se você tem algum amigo que pode fazer essa marcação pra você e te fornecer um comprovante de residência peça pra ele fazer isso, pois pra quem está vindo pra Lisboa a marcação no SEF está sendo feita para agosto...

 Além disso ligue pra lá quantas vezes for necessário para tirar TODAS as suas dúvidas, pois as regras mudam SEMPRE e todos hora eles pedem alguma coisa nova e não atualizam o site, por isso não acredite só no que está escrito no site...

 Outra dica: a regra aqui é não ter regra!!! Pois é, essa foi a nossa experiência e não é porque aconteceu com a gente que com você será dessa maneira. Tudo depende de quem te atender, do humor e da boa vontade dessa pessoa!!!

 Tenha paciência sempre, pois aqui em Portugal você vai precisar para poder resolver todas as questões burocráticas...

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Por que eu moro legalmente em Portugal? E Como você pode morar legalmente em Portugal!

 Desde que me mudei pra Portugal muita gente me pergunta se eu vivo aqui legalmente, e a resposta é:

 SIM! Nunca cogitamos a hipótese de viver num país ilegalmente, não julgo quem opta por isso é que para nós simplesmente não funcionaria!!!

 Aí então vem a pergunta: O que você fez para conseguir viver legalmente em Portugal? E a resposta é:


 Minha avó por parte de pai era portuguesa e sendo assim meu pai solicitou a cidadania portuguesa e depois eu fiz isso, sendo assim sou cidadã portuguesa e tenho os mesmos direitos das pessoas que nasceram em Portugal!!!

 Se você não tem direito a cidadania portuguesa ou outra européia há outras maneiras de viver legalmente no país e elas são:

1- Visto de Estudante!!!

 Se você decidir vir estudar em Portugal poderá solicitar um visto de estudante, para isso é necessário ter uma carta da instituição de ensino onde irá estudar e comprovar que tem como se sustentar durante o período que estiver aqui.

 Esse visto, concedido pelo consulado português no Brasil, tem validade de alguns meses e por isso assim que chegar em Portugal você deverá ir ao SEF e solicitar a "Autorização de Residencia".

 É importante saber que com esse tipo de visto e autorização você só poderá trabalhar se  o SEF autorizar.

2- Visto de Trabalho!!!

 Para dar entrada nesse tipo de visto é preciso ter uma "Promessa de Emprego" em Portugal, essa promessa é um pré-contrato e esse precisa ser oficial. 

 Esse visto também tem uma validade curta e por isso assim que você chegar em Portugal precisa procurar o SEF e pedir a "Autorização de Residência" que permite o exercício da atividade profissional.

3- Visto Gold!!!

 Esse é o nome dado ao visto concedido para as pessoas que querem investir em Portugal.

 É aplicado para pessoas que querem comprar imóveis acima de 500.000,00€ ou abrir uma empresa com mais de 10 posto de trabalho e com pelo menos 250.000,00€ de capital inicial.

 4- Visto D7!!!

 Esse é o nome do visto concedido aos aposentados ou pessoas que vão viver dos rendimentos que possuem no Brasil.

 O principal fator para conseguir esse visto é comprovar que você tem um rendimento estável de no mínimo o valor do salário mínimo atual do país, que hoje é de quase 600,00€. 

 5 - Visto para Empreendedores!!!

 Se você quer empreender em Portugal também tem um visto específico para isso. Não é exigido capital social mínimo para isso, mas é necessário ter um plano de negócios que deverá ser entregue no consulado português e além disso é necessário abrir uma empresa em Portugal e isso custa em torno de 300,00€.

 Essas são as maneiras, que eu conheço, de sair do Brasil e vir pra Portugal com tudo certo e não correr o risco de ser deportado na imigração!!!

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

1º Livro de 2018: uma Curva no Tempo!!!

 Agora que tenho meu kindle ficou bem mais fácil ler e como prova disso terminei meu primeiro livro do ano no dia 22/01!!!

 O 1º livro lido em 2018 foi:


 Esse livro achei fuçando na "biblioteca" da amazon, não foi um livro gratuito, mas...

 Sinopse: "A noite do acidente mudou tudo... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim... Ou funciona?

A noite do acidente foi uma grande sorte... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?"

 O livro foi uma grata surpresa, já que não havia pesquisado nada dele e sendo assim comprei no escuro..

 A história me prendeu, a leitura é bem leve e rápida, porém DETESTEI o final. Achava que a protagonista merecia mais, me pareceu que a autora estava com preguiça de escrever mais... 
Meu mundinho cor de rosa © 2008 | Coded by Randomness | Illustration by Wai | Design by betterinpink!