quinta-feira, 19 de julho de 2018

Como nos comunicamos na Holanda?

 O idioma falado na Holanda é o holandês!!!



 O holandês é uma língua germânica ocidental, fortemente relacionada com o alemão e com muitas semelhanças ao inglês. Confesso que quando cheguei não achei nenhuma semelhança com o inglês e hoje consigo encontrar algumas semelhanças na escrita...

 A maioria das pessoas aqui falam e entendem inglês, porém como esse não é um idioma oficial do país as placas e informações nos transporte públicos, todos os contratos e várias outras coisas são SOMENTE em holandês!!!

 Quero muito me matricular num curso de holandês e em agosto começarei um on line (não sei se será muito proveitoso, mas como estaremos com visita em casa não tinha como me comprometer com algo presencial) e no futuro vou procurar algum, quem sabe num futuro próximo eu já consiga falar alguma palavra em holandês?!



 Não entendo nada que eles falam e quando leio algumas coisas, as vezes, consigo fazer associação de algumas palavras com inglês, mas mesmo assim é bem pouco... De uma maneira geral acho um idioma bem difícil e com pouca ou quase nenhuma similaridade com o português =/

Assim que eu começar a aprender holandês contarei aqui (tenho certeza de que não será nada fácil)...

terça-feira, 17 de julho de 2018

1 Ano vivendo fora do Brasil!

 Já faz um ano! 



 Nem parece que passou tanto tempo, pra falar a verdade parece sim!!!

 No dia 17 de julho de 2017 eu não fazia ideia de como seria minha vida, minha zona de conforto tinha ido pro espaço e lá estava eu buscando meu lugar no mundo...

 Chegamos em Portugal e a única coisa que eu sabia (desde o momento que saí do aeroporto) era não quero morar aqui pra sempre, isso foi por motivos pessoais que não valem a pena serem comentados...



 Lá fiquei por 10 meses, nesse tempo:

* Conheci muita gente (inclusive a família da minha avó, que nos recebeu muito bem e que sinto muita saudades).



* Conheci muitos lugares lindos, realmente Portugal é um país LINDO!!!



* Aprendi que o português falado no Brasil não é o mesmo que é falado em Portugal!

* Vivi a experiência de poder falar no celular, no meio da rua, sem medo de ser assaltada!

 Enfim 10 meses depois me mudei novamente e a nova residência é na Holanda!


 Sabe amor à primeira vista? É isso que senti quando cheguei aqui e sigo com o mesmo sentimento...

 Quando me perguntam o motivo pelo qual eu saí do Brasil minha resposta é simples: "saí porque queria conhecer outros lugares, saber como é viver em outros países!" 

 Se eu sinto falta do Brasil? Claro que sim! Morro de saudades e já pensei em voltar milhões de vezes, quem sabe um dia!!!

 Nesse 1 ano fora pude ver que o Brasil tem muita coisa pra melhorar, mas vi também que o que eu pensava dos outros países é a mesma coisa que eles pensam do Brasil... Aquele sentimento de "a grama do vizinho é sempre mais verde" é reciproco!!! 

 Aprendi que copa do mundo é festejada por todos os países participantes, se a Holanda estivesse na copa a empresa do meu marido também liberaria eles mais cedo para assistirem os jogos da Holanda (isso não acontece só no Brasil)!

 Ainda tenho muito pra viver e aprender, mas isso nunca irá desmerecer meu país e para sempre eu serei brasileira!

 Se você quer sair do Brasil a dica que dou é: O mundo é muito grande para vivermos a vida toda no mesmo país!!!

sexta-feira, 13 de julho de 2018

13º Livro de 2018: O Conto da Aia!!!

 E o 13º livro lido em 2018 foi:




 Sinopse: "Escrito em 1985, o romance distópico O conto da aia, da canadense Margaret Atwood, tornou-se um dos livros mais comentados em todo o mundo nos últimos meses, voltando a ocupar posição de destaque nas listas do mais vendidos em diversos países. Além de ter inspirado a série homônima (The Handmaid’s Tale, no original) produzida pelo canal de streaming Hulu, a ficção futurista de Atwood, ambientada num Estado teocrático e totalitário em que as mulheres são vítimas preferenciais de opressão, tornando-se propriedade do governo, e o fundamentalismo se fortalece como força política, ganhou status de oráculo dos EUA da era Trump. Em meio a todo este burburinho, O conto da aia volta às prateleiras com nova capa, assinada pelo artista Laurindo Feliciano."

 Esse foi o livro que inspirou o famoso seriado The Handmaid's Tale!!!

 Ainda não assisti o seriado e por isso não posso fazer comparações...

 Não gostei muito do livro, na minha opinião faltam algumas explicações e isso atrapalhou bastante a minha leitura... Achei a história lenta e repetitiva...

 Quero muito assistir o seriado e ver se assim consigo respostas para as dúvidas que ficaram!

terça-feira, 10 de julho de 2018

Como tiramos nosso BSN???

 O BSN é o número fiscal dos Holandeses, equivalente ao CPF no Brasil e o NIF em Portugal (falei disso aqui). Sem ele você não consegue fazer algumas coisas básicas e importantes como abrir conta em banco e receber seu salário, mas consegue outra coisa que também é muito importante que é alugar um lugar para morar.

 É através da prefeitura de onde você vai morar, também chamada de Gemmente ou municipality, que você consegue obter o BSN.



 Para isso você precisar agendar um horário através do site ou telefone para poder se registrar e indicar que agora você está morando nessa cidade. Confirme a lista de documentos necessários mas no nosso caso precisamos apenas do cartão cidadão Holandês, passaporte Brasileiro, contrato de aluguel e certidão de nascimento. No caso da Débora foram os mesmo documentos pessoais só que os Portugueses e também a certidão de casamento.



 A certidão de nascimento Brasileira e o apostilamento dela precisam ser traduzidos para Inglês ou Holandês, mas esse documento você pode levar depois, na hora nós apenas mostramos que tínhamos o documento em Português. Eles dizem que alguns países emitem as certidões de nascimento e casamento em um padrão internacional, como é o caso de Portugal, mas como eu já tinha uma de nascimento recente não fomos atrás de ver se o consulado Brasileiro faz isso aqui na Holanda.

 É importante também que você se registre o quanto antes, então assim que souber onde for morar já se informe sobre o agendamento pois em algumas cidades pode demorar cerca de quase 1 mês enquanto em outras, que foi o nosso caso, foi de apenas 1 semana.

 Nós chegamos cedo e fomos bem atendidos até antes do horário. Eles tiram cópias dos seus documentos, fazem uma aprovação do seu passaporte na hora e te dão um formulário para você preencher. Neste formulário você preenche informações pessoais suas, do seu cônjuge, do seu ex-cônjuge caso você tenha, seus filhos e pais, então venha preparado.

 Depois de 1 semana, até menos, você recebe no correio o seu registro na prefeitura e nele tem o seu BSN. 

 Agora você já pode correr ao banco de sua preferência e abrir uma conta. Boa sorte!

sexta-feira, 6 de julho de 2018

12º Livro de 2018: Mulheres Sem Nome!!!

 E o 12º livro lido em 2018 foi:



 Sinopse: "Inspirado em personagens reais da Segunda Guerra Mundial, um romance encantador sobre coragem, escolhas e redenção. Até onde você iria para honrar a vida daqueles que foram esquecidos?

A socialite nova-iorquina Caroline Ferriday está sobrecarregada de trabalho no Consulado da França, em função da iminência da guerra. O ano é 1939 e o Exército de Hitler acaba de invadir a Polônia, onde Kasia Kuzmerick vai deixando para trás a tranquilidade da infância conforme se envolve cada vez mais com o movimento de resistência de seu país. Distante das duas, a ambiciosa Herta Oberheuser tem a oportunidade de se libertar de uma vida desoladora e abraçar o sonho de se tornar médica cirurgiã, a serviço da Alemanha.

Três mulheres cujas trajetórias se cruzam quando o impensável acontece: Kasia é capturada e levada para o campo de concentração feminino de Ravensbrück, onde Herta agora exerce sua controversa medicina. Uma história que atravessa continentes - dos Estados Unidos à França, da Alemanha à Polônia - enquanto Caroline e Kasia persistem no sonho de tornar o mundo um lugar melhor.

Costurado por fatos históricos e personagens femininas poderosas, Mulheres sem nome é um romance extraordinário sobre a luta anônima por amor e liberdade. Um livro inspirador, que encanta e comove até a última página."

 Não vou falar da história, pois é preciso ler pra saber e sentir (esse é o grande diferencial)

 O livro é baseado em pessoas e histórias reais e isso torna tudo mais impactante, até agora estou com aquela sensação de "como alguém foi capaz de fazer coisas assim?". 

 Eu não conhecia essa história parte da 2º Guerra Mundial e por isso foi um grande aprendizado também.

 No final a autora explica quais são os personagens reais, onde e como ela fez as pesquisas para conseguir escrever esse livro...

 AMEI esse livro!!! Realmente acho que todo mundo deveria ler!!!

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Por que O More vive legalmente na Holanda?

 Quando nos mudamos em Portugal eu expliquei, aqui, como ele fez para poder viver lá legalmente e agora que nos mudamos resolvi explicar como foi a burocracia para viver legalmente aqui na Holanda!!! 

 Lembrando que essa foi a nossa experiência!!!

 Nossa mudança pra Holanda aconteceu porque o More foi contratado por uma empresa holandesa para trabalhar e sendo assim morar aqui!

 Como a autorização que o More tinha em Portugal não é válida para os outros países da União Europeia, na Holanda ele precisava de uma nova autorização e isso foi feito através de um visto de trabalho!

 A empresa que contratou o More está inscrita num programa do governo que permite que ela patrocine o visto de trabalho, esse é o 1º passo.

 O visto que o More tem é o de profissional altamente qualificado (MVV - highly skilled migrant) e para conseguir esse visto ele não teve muito trabalho.

 Ele mandou por e-mail cópia da permissão de residencia portuguesa e do passaporte, além preencher e assina um documento de antecedentes criminais. Com isso a empresa deu entrada na autorização do visto junto ao IND (órgão holandês responsável pela imigração). Depois disso tivemos que esperar +/- 20 dias pela resposta.



 Quando saiu a resposta positiva o More teve que agendar uma data na embaixada da Holanda em Lisboa e lá ele teve que levar o passaporte, um formulário (que ele pegou no site da embaixada) preenchido e uma foto no tamanho solicitado por eles! Agora o passaporte dele seria enviado pra Holanda onde o IND iria colocar o adesivo do visto, essa etapa demoraria em torno de 1 mês, mas como o More tinha pressa ele pagou a taxa de urgência de € 50.00 que diminuía esse tempo.



 Com +/- 15 dias a embaixada entrou em contato com o More dizendo que o passaporte já estava pronto.

 Duas semanas depois que o More estava na Holanda a empresa onde ele trabalha recebeu uma carta avisando que o cartão de residência estava pronto e aí ele só teve que marcar uma data e ir ao IND (na carta que a empresa recebeu constava o local) buscar o cartão e depois disso ele não precisa mais sair com o passaporte e sim com esse cartão!!!

 Podemos dizer que o processo foi muito mais fácil, menos burocrático e mais rápido do que em Portugal!!!

segunda-feira, 2 de julho de 2018

3 anos do Tobias aqui em casa!!!

 Nossa já se passaram 3 anos. Sei que é clichê, mas parece que foi ontem que o Felipe me ligou falando que tinha conseguido pegar o "cachorro" e que agora precisava levar ele pra tomar banho...

 Quando nos conhecemos você era assim:



 Tinha muito medo, era desconfiado e sempre estava buscando uma maneira de conseguir fugir e voltar pra sua "liberdade"!

 Não entendia muito bem essa "coisa" de ter água fresca e ração sempre disponíveis e o que era aquela comidinha diferente na hora do almoço?!

 Passear era o momento mais feliz, mesmo sendo o mais estressante para a mamãe!!! 

 Ter carinho a todo momento também era um ponto positivo nessa nova vida de cachorro de apartamento...

 Com o tempo você começou a se acostumar com todas as mudanças e a adaptação foi ótima!!!

 Começou a dormir na cama e gosta muito de fazer isso!!!



 Ficar na sala? Só se for no sofá.



 As coisas que você fazia antes já não te parecem tão fáceis e comer terra já não é tão saboroso.



 Por isso a mamãe fez um "matinho" só pra vc e pra sua irmã...



 Depois disso posso dizer que você virou um cachorro NUTELLA!!!

 Quem diria que você sairia do abandono em Curitiba para morar na Europa?! Falando nisso mudança é com você mesmo, já morou em Curitiba, São Paulo, Lisboa e agora está na Holanda!!!



 E você se adaptou super bem em todos esses lugares, agora parece que você nasceu na Holanda (não estranhou nada, nem as bicicletas passando do seu lado)!

 Só posso desejar que essa comemoração se repita para todo o nosso sempre!!!

Meu mundinho cor de rosa © 2008 | Coded by Randomness | Illustration by Wai | Design by betterinpink!